Endometriose e gravidez: veja alguns mitos e verdades sobre essa doença

Dr. Carlyson Pimentel Moschen Endometriose e gravidez: veja alguns mitos e verdades sobre essa doença
Endometriose e gravidez: veja alguns mitos e verdades sobre essa doença
5 (100%) 2 votoss

Você já deve ter ouvido muitas informações diferentes sobre a relação entre endometriose e gravidez, mas saiba que existem muitos mitos relacionados ao assunto que devem ser esclarecidos.

endometriose é uma doença séria, que pode trazer graves prejuízos à saúde da mulher se não for devidamente acompanhada. No entanto, com o tratamento adequado, é possível levar uma vida normal.

Mas será que também é possível engravidar tendo endometriose? Se você quer esclarecer suas dúvidas sobre esse tema e saber o que é mito e o que é verdade, continue lendo o nosso post!

O que é endometriose?

Endometriose é uma doença que ocorre quando as células endometriais, que revestem a parede interna do útero, migram para fora do órgão e se espalham por outras partes do aparelho reprodutor feminino e até mesmo por outros órgãos. Geralmente, em decorrência de uma menstruação retrógrada — quando o fluxo menstrual não é expelido e retorna para outras partes do corpo da mulher.

Durante a menstruação, mesmo fora do útero, esse tecido é influenciado pela ação hormonal durante os ciclos menstruais. Esse processo provoca inflamações, o que dá origem a uma série de sintomas. Ovários, tubas uterinas, parede da pélvis, bexiga e intestinos são as áreas mais comuns afetadas pela endometriose.

Os principais sintomas da doença são:

A endometriose pode dificultar a gravidez por duas razões: uma é que os ovários e as tubas uterinas são atingidos e podem sofrer alterações anatômicas que prejudicam seu funcionamento adequado; a outra ocorre porque o processo inflamatório pode interferir na qualidade dos óvulos e dificultar a fecundação.

Mitos e verdades sobre a relação entre endometriose e gravidez

Vamos esclarecer o que é mito e o que é informação verdadeira quando o assunto é endometriose e gravidez:

Endometriose é uma doença assintomática

Mito: Não é uma doença silenciosa, como muitos acreditam. É necessário prestar atenção aos sinais da enfermidade para iniciar o tratamento o quanto antes. Cólicas fortes e frequentes, dificuldade para engravidar, problemas intestinais durante o período menstrual, desconforto para evacuar e dor durante a relação sexual são sintomas presentes na maioria dos casos. Porém, muitas mulheres podem não ter sintomas relevantes.

Se não houver tratamento, há sérias consequências

Verdade: Há diversas opções de tratamento, que devem ser seguidas à risca para amenizar os sintomas e evitar o agravamento do quadro. Anticoncepcionais orais e outros métodos contraceptivos que controlam ou impedem a menstruação são comumente indicados. Os médicos também podem receitar analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar as dores e o desconforto causados pela inflamação. Há também a opção dos procedimentos cirúrgicos para os casos mais graves.

Trata-se de uma patologia progressiva. Portanto, se o tratamento não for realizado corretamente, há possibilidades de que os órgãos vizinhos sejam afetados. Outro problema grave que pode resultar da endometriose é a infertilidade.

O problema é causado apenas pelo excesso de menstruação

Mito: Ainda não existe uma explicação comprovada sobre as causas da endometriose. No entanto, os fatores mais comuns envolvidos são: fluxo retrógrado do sangue, predisposição genética, sistema imunológico debilitado e até o estilo de vida.

Endometriose causa câncer no ovário

Verdade: Existe uma relação mínima entre endometriose e câncer de ovário. O risco é tão baixo que não há protocolo de rastreio para câncer em mulheres com endometrioma.

Mulheres com endometriose podem engravidar

Verdade: Na maioria dos quadros, essa patologia causa dificuldades para engravidar, sobretudo quando o endométrio afeta as tubas uterinas, não permitindo que o óvulo chegue ao útero. Entretanto, há muitos casos em que a mulher consegue engravidar naturalmente, mesmo com o diagnóstico da doença. Também é possível recorrer a tratamentos específicos para aumentar as chances de uma concepção, como o uso de medicamentos e a estimulação ovariana.

Como você pôde ver, muito do que ouvimos sobre endometriose e gravidez é mito. Apesar de ser uma doença que pode se agravar e provocar outros problemas, é possível controlar os sintomas e até conseguir engravidar. Basta procurar o tratamento adequado!

Este post esclareceu suas dúvidas sobre endometriose e gravidez?  Não se esqueça de assinar a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Como identificar a infertilidade masculina?
Como identificar a infertilidade masculina?

Como identificar a infertilidade masculina?Avalie essa postagem! Para ocorrer a gravidez é preciso que o óvulos e espermatozoides estejam disponíveis e em boa qualidade. Muitas vezes, nesse processo, o foco fica na mulher, sendo que o homem também tem as funções que precisam ser observadas. […]

Continue lendo...

Agende sua consulta online

Agendar agora

+55 (27) 3200-4818

+55 (27) 3299-0510

+55 (27) 98884-4818

@unifert

@clinica_unifert


Rua Dr. Freitas Lima, 100 – Centro de Vila Velha, Vila Velha – ES