Fertilização in vitro passo a passo: entenda como funciona o processo

Dra. Mariana Penha De Nadai Sartori Fertilização in vitro passo a passo entenda como funciona o processo
Fertilização in vitro passo a passo: entenda como funciona o processo
Avalie essa postagem!

Considerada a técnica de reprodução assistida mais importante, a fertilização in vitro (FIV) é um procedimento de alta complexidade no qual os gametas feminino e masculino são encaminhados para laboratório para que seja realizada a fecundação, desenvolvimento embrionário inicial, criopreservação dos embriões viáveis e posterior transferência do embrião para o útero materno.

Destaca-se que, ao se optar por este tratamento de fertilidade, é necessário procurar uma clínica especializada em reprodução humana assistida. A princípio, uma série de exames será solicitada para avaliação do casal. Ao se diagnosticada a necessidade desse processo, inicia-se a técnica de FIV.

No post de hoje, abordaremos o passo a passo da FIV. Continue a leitura e entenda mais!

Estimulação ovariana

A etapa de estimulação ovariana consiste no uso de medicamentos a fim de estimular os ovários a produzirem mais óvulos que naturalmente estimularia. Com o uso do hormônio folículo-estimulante (FSH), irá ocorrer o crescimento folicular, o qual é monitorado por ultrassonografias seriadas. Quando os óvulos atingirem tamanho ideal para se tornarem maturos, é administrado o hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG) para que os óvulos maturem e assim possam ser coletados. O processo dura em torno de 12 a 14 dias até o momento de coleta dos óvulos.

Punção folicular em centro cirúrgico

A punção folicular é um procedimento simples, porém é realizado em centro cirúrgico, uma vez que é necessário o uso de sedativo e anestesia para que a paciente não sinta incômodo. Os óvulos maturos são coletados dos ovários usando-se uma agulha guiada por ultrassom. De maneira sincronizada, o fluido folicular coletado é enviado ao laboratório para que sejam encontrados os óvulos. O procedimento leva em torno de 30 minutos para ser realizado.

Fecundação dos óvulos

Uma vez coletados os gametas, a FIV segue para a etapa da fecundação com o óvulo e o espermatozoide para que se forme o embrião em laboratório.

Esse processo pode ser realizado pelo método convencional, em que os óvulos e os espermatozoides são colocados em uma placa de cultivo e mantidos em uma incubadora para que a fertilização ocorra de forma natural, ou pela técnica de injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI), em que cada espermatozoide é introduzido diretamente em cada óvulo.

Cultivo embrionário em laboratório

No dia seguinte do processo de injeção, é comprovada a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, e o embrião retorna para a incubadora para o seu desenvolvimento, supervisionado por um embriologista.

Criopreservação e transferência embrionária

Os embriões viáveis (em desenvolvimento) são todos criopreservados no terceiro dia de desenvolvimento (D3). Ficam mantidos congelados o tempo que for necessário para o preparo endometrial e transferência embrionária.

Para que seja realizada a transferência embrionária, a mulher faz uso de medicação para o preparo endometrial, e por ultrassonografia o médico responsável avalia a espessura e o padrão do endométrio. Ao atingir o padrão ideal, é agendada a transferência embrionária, que consiste no reaquecimento embrionário seguido da introdução dos embriões na cavidade uterina.

Para inserção dos embriões no útero materno, a transferência envolve um espéculo que é introduzido na vagina e os embriões são colocados no útero mediante um fino cateter. Esse procedimento é rápido e indolor, sem sedação, que exige repouso de até 30 minutos após o término.

Em seguida, finaliza-se o tratamento e inicia-se o período de espera, em que o embrião se instala no útero e a gravidez é confirmada.

Teste de gravidez

Nessa etapa, orienta-se o uso de hormônios que auxiliam na implantação, como a progesterona. Em torno de duas semanas após a transferência, é realizada a dosagem de beta-hCG para determinar se foi obtido sucesso com a gravidez.

Ultrassonografia

Entre 15 e 20 dias depois do teste de gravidez positivo, é feito o primeiro exame de ultrassom para verificar o saco gestacional e o desenvolvimento embrionário.

Se você apresenta dificuldades para engravidar e está buscando uma técnica de reprodução assistida, a FIV talvez seja a ideal para o seu caso. Procure uma clínica especializada em reprodução assistida para conhecer melhor o procedimento.

Então, agora que você entende melhor o FIV passo a passo, já pode entrar em contato conosco para conhecer os nossos tratamentos. Basta acessar nossa página!

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Como identificar a infertilidade masculina?
Como identificar a infertilidade masculina?

Como identificar a infertilidade masculina?Avalie essa postagem! Para ocorrer a gravidez é preciso que o óvulos e espermatozoides estejam disponíveis e em boa qualidade. Muitas vezes, nesse processo, o foco fica na mulher, sendo que o homem também tem as funções que precisam ser observadas. […]

Continue lendo...

Agende sua consulta online

Agendar agora

+55 (27) 3200-4818

+55 (27) 3299-0510

+55 (27) 98884-4818

@unifert

@clinica_unifert


Rua Dr. Freitas Lima, 100 – Centro de Vila Velha, Vila Velha – ES