O que não dizer para uma tentante?

admin

A maternidade é um gesto de amor à vida que faz parte dos planos de vida de muitas mulheres. Contudo, há muitos casais que, mesmo após sucessivas tentativas, ainda não vislumbraram o almejado voo da cegonha. Levando em conta toda essa carga de expectativa em torno desse sonho, é importante levar em conta que essa tentante pode experimentar angústias e frustrações que vão se acumulando à medida que a gravidez não vem. Nesse sentido, algumas falas como “você deveria ter começado antes”, “só esquecer que na hora certa acontece” ou “melhor assim pois filho estraga a vida” precisam ser evitadas, não apenas porque são ausentes de fundamento, mas sobretudo em prol da saúde mental dessa mulher.

Muitas das opiniões sobre o assunto não passam de lugares-comuns, motivo a mais para serem excluídas do vocabulário. A verdade é que as razões para a demora podem ser muitas, desde fatores ambientais que podem ser corrigidos até condições que permitam falar em infertilidade, quando o tratamento de reprodução assistida poderá ser solução.

Algumas pessoas acreditam, por exemplo, que existe uma posição sexual certa para engravidar, o que não passa de um mito. Não há nenhuma evidência de que qualquer posição diminua as chances. O espermatozoide pode ficar nas trompas 15 minutos após a ejaculação. Em alguns casos, basta um minuto para que ele alcance o local onde será fecundado o óvulo. Isso depende das contrações uterinas, o que nada tem a ver com a posição. 

Perguntas como “ainda nada?” também precisam ser abolidas. Pois a pressão em nada contribui para o processo, sobretudo se há alguma condição médica que prejudique a fertilidade do casal. Outra indagação imprópria é se o “problema” é da mulher ou do homem. A infertilidade, condição que atinge mais de 50 milhões de pessoas no mundo, acontece com proporção semelhante em ambos sexos, e muitas vezes são decorrentes de fatores clínicos que fogem ao controle dos pacientes. 

Há pessoas, ainda, que acreditam que é normal tentar por X anos. A OMS, contudo, define que a infertilidade é caracterizada por 12 meses de tentativas ausentes de métodos contraceptivos. A partir desse tempo, o casal deve procurar um especialista.

De todo modo, é importante manter em conta que a fertilidade é assunto complexo. Se há necessidade de uma opinião, há muitos profissionais capacitados a responder todas as dúvidas e a procurar soluções para o problema. O fertileuta, médico especialista em reprodução assistida, por exemplo, pode ser consultado para ajudar efetivamente a buscar, pela via da técnica e do conhecimento, a tão sonhada maternidade.

5 2 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
O que não dizer para uma tentante?
O que não dizer para uma tentante?

A maternidade é um gesto de amor à vida que faz parte dos planos de vida de muitas mulheres. Contudo, há muitos casais que, mesmo após sucessivas tentativas, ainda não vislumbraram o almejado voo da cegonha. Levando em conta toda essa carga de expectativa em […]

Continue lendo...

Agende sua consulta online

Agendar agora

+55 (27) 3200-4818

+55 (27) 98884-4818

@unifert

@clinica_unifert


Rua Dr. Freitas Lima, 100 – Centro de Vila Velha, Vila Velha – ES