Você sabia que a FIV pode ajudar diferentes casos? Veja as opções a seguir

admin Tipos-de-FIV

A Fertilização in vitro, também conhecida pela sigla FIV, é uma técnica de reprodução assistida muito conhecida. Através dela, realizamos a união do espermatozoide com o óvulo em laboratório, por isso o nome in vitro.  Dessa forma, conseguimos ajudar casais que não conseguem engravidar de forma natural por diversos fatores.

O que muita gente não sabe, é que a FIV pode ajudar diferentes casais com suas particularidades, se aplicando de diversas formas a fim de gerar no final o mesmo resultado: o bebê em casa. Então, nosso texto de hoje, vai falar um pouco mais sobre cada uma dessas particularidades. 

Para o procedimento de Fertilização in vitro, a mulher será orientada a utilizar medicamentos que estimulem uma maior produção de óvulos, sendo então coletados, quando atingem tamanho ideal e maturidade, através de um procedimento simples com uso de anestesia em centro cirúrgico. Concomitantemente, o material do homem será obtido, sendo que este poderá ser por masturbação ou por biópsia testicular. 

Em laboratório, os gametas são analisados e então definido o melhor procedimento de Fertilização in vitro levando em consideração cada caso:

Fertilização in vitro Clássica:

Após lavagem dos óvulos e processamento da amostra de sêmen para obtenção da concentração dos melhores espermatozóides, os gametas são posicionados em lados opostos em placa de cultura específica a fim de que a fecundação ocorra de forma natural, mantidos dentro da incubadora. A fertilização é verificada, o embrião se desenvolve no laboratório por poucos dias e em seguida congelados para futuramente serem transferidos para o útero que irá gerar. 

A FIV clássica é realizada apenas quando a amostra de sêmen é obtida por ejaculação e a concentração e motilidade dos espermatozoides são normais, além da  necessidade da boa qualidade dos óvulos. 

Fertilização in vitro com injeção de espermatozoides (ICSI): 

Os óvulos são limpos em laboratório para verificar previamente a maturidade e os espermatozóides são processados, como descrito acima. Neste caso, um espermatozóide é selecionado para ser injetado em um óvulo, isso tudo com a ajuda de um sistema de micromanipulação e a ação de um embriologista. A fertilização é checada no dia posterior e o acompanhamento do desenvolvimento embrionário ocorre nos primeiros dias em laboratório. Como descrito na FIV clássica, o embrião é transferido em desenvolvimento para o útero que irá gerar. 

A ICSI possibilita que diversos casos se resolvam em laboratório, como sêmen com baixíssima contagem de espermatozóides, amostra de biópsia testicular, óvulos de qualidade inferior. 

Além dos casos citados acima, a FIV, seja ela Clássica ou ICSI, pode ajudar diversos casos como:

FIV com doação de óvulos: 

Utilizado nos casos em que a mulher não pode produzir óvulos, seja por menopausa, retirada dos óvulos ou tratamento oncológico. Nesse caso, são utilizados gametas recebidos através de doação anônima.  

FIV para casais homoafetivos: 

No caso de um casal composto por mulheres, as duas podem participar do procedimento, sendo uma responsável por doar os óvulos e a outra para receber o embrião e levar a gravidez. Ou se preferirem, apenas uma pode passar pelo processo, mas nos dois casos será utilizado o sêmen de um doador anônimo. 

FIV com criopreservação de gametas: 

São utilizados óvulos ou esperma que foram congelados previamente para uso futuro. Muito comum para mulheres que irão se submeter a tratamentos oncológicos ou cirúrgicos e desejam preservar a qualidade dos seus óvulos. 

FIV para útero de substituição: 

Utilizado por pacientes que não possuem útero ou possuem alguma alteração nele que não a permite gerar, além dos casos de casais homoafetivos masculinos; os embriões são produzidos em laboratório, podendo ser usado os gametas dos pais biológicos e o embrião em desenvolvimento é transferido para o útero de uma mulher com parentesco em até quatro grau. 

Lembrando sempre que para saber qual método é mais indicado para as suas condições, é indispensável o auxílio de um profissional qualificado. E se você ainda tem dúvidas, é só deixar aqui nos comentários.

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Você sabia que a FIV pode ajudar diferentes casos? Veja as opções a seguir
Você sabia que a FIV pode ajudar diferentes casos? Veja as opções a seguir

A Fertilização in vitro, também conhecida pela sigla FIV, é uma técnica de reprodução assistida muito conhecida. Através dela, realizamos a união do espermatozoide com o óvulo em laboratório, por isso o nome in vitro.  Dessa forma, conseguimos ajudar casais que não conseguem engravidar de […]

Continue lendo...

Agende sua consulta online

Agendar agora

+55 (27) 3200-4818

+55 (27) 98884-4818

@unifert

@clinica_unifert


Rua Dr. Freitas Lima, 100 – Centro de Vila Velha, Vila Velha – ES