Não espere, congele: posso congelar meus óvulos com mais de 35 anos?

admin

As mulheres têm conquistado cada vez mais espaços que no passado pouco lhe eram acessíveis, e muitas têm se aproximado dos 30 anos com prioridades profissionais ou pessoais que não lhe abrem a janela necessária para uma gravidez. Por outro lado, a quantidade e qualidade de óvulos começa a cair consideravelmente a partir dessa faixa, reduzindo muito as chances de concepção. Na transversal desse impasse, uma alternativa tem ganhado cada vez mais popularidade: estamos falando do congelamento de óvulos.

Com o congelamento, a pressão fisiológica não tem vez: o seu “limite” se estica, e o seu planejamento pode ganhar o necessário tempo extra que a vida muitas vezes tem exigido. Ao optarem pelo procedimento, mesmo às voltas dos 30 anos, as pacientes podem usar o óvulo no momento em que julgarem adequado, com o parceiro escolhido ou até mesmo usando sêmen de um doador. Se a ovulação encontra seu fim a partir de certa idade, o útero, ao contrário, não envelhece.

Por isso, é importante procurar ajuda técnica até os 35, segundo os especialistas em reprodução assistida. A possibilidade ainda existe até a faixa dos 40, mas, depois de três dezenas e meia, a qualidade dos óvulos começa a decair drasticamente. Nesse caso, muitas vezes é necessária mais de uma coleta para atingir o mínimo necessário ao congelamento, além do risco de os óvulos não terem mais a qualidade necessária. Mas, lembre-se: melhor congelar com 37 anos que esperar mais tempo para ver o que acontece.  

A idade do óvulo é fundamental também para evitar o risco de doenças cromossômicas fetais e alterações genéticas como a Síndrome de Down. Se você retirar seus óvulos, por exemplo, aos 30 anos, e implantar o bebê aos 40,  a gestação será, do ponto de vista do bebê, tão funcional quanto se houvesse acontecido 10 anos atrás. Quanto aos fatores de risco que envolvem pressão arterial da gestante em idade avançada, um acompanhamento cuidadoso no pré-natal e a prática de alguns hábitos saudáveis são apontados como grandes atenuantes.

Assim, se o momento ainda não parece certo, não espere, congele. O futuro começa hoje. Sabendo que seus óvulos estarão lá, vitrificados no seu período auge, você poderá usá-los na idade em que bem entender, nas condições ideais de sua estabilidade material e afetiva.

0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Diferenças entre óvulo e embrião
Diferenças entre óvulo e embrião

Quando falamos em reprodução humana, alguns nomes podem gerar confusão. É o caso do óvulo e do embrião. O óvulo é a célula reprodutiva feminina. Todos os meses, com a menstruação, as mulheres em idade fértil produzem um óvulo a partir de glândulas conhecidas como […]

Continue lendo...

Agende sua consulta online

Agendar agora

+55 (27) 3200-4818

+55 (27) 98884-4818

@unifert

@clinica_unifert


Rua Dr. Freitas Lima, 100 – Centro de Vila Velha, Vila Velha – ES